X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

As Torres de Ventilação da Caixa do Bode

['As Torres de Ventilação da Caixa do Bode]

Uma das estruturas que mais chamou minha atenção ao encontrá-las, foram as Torres de Ventilação existentes a jusante da represa ou caixa do Bode.

 

São duas torres de ventilação, uma funcionando apenas como ventilador e a outra como ventilador e local da junção da adutora de captação da Caixa do Bode.

 

Entre estes dois ventiladores temos a linha da adutora que inicia na Caixa do Ipiranga, cruzando a sanga do Bode e que está suspensa a mais de dois metros de altura.

A observação dessas estruturas deixam o visitante admirado, pensando no trabalho braçal necessário para a construção das torres, erigidas com pedras de granito.

 

As pedras utilizadas foram cortadas, realizando o desbaste e enquadramento dos blocos no próprio local ou nas proximidades. A “lapidação” foi feita com a utilização de ponteiros e marretas. A mesma técnica foi utilizada para a construção da barragem do Bode.

 

A primeira foto da adutora suspensa foi tirada no dia 29 de Agosto de 2011, as 14hs38min.

 

Nos retornos posteriores pela Estrada do Ipiranga cujo caminho termina na represa ou Caixa do Ipiranga, sempre ao passar por essa estrutura ficava a curiosidade de observar o topo do ventilador de junção da linha de captação da caixa, com a linha da adutora.

 

Em conversa com a Ana Cristina Rego de Barros, funcionária da Sanepar e à época, responsável pelo CEAM e também responsável pelos Mananciais da Serra, sugeri a limpeza das torres, pois uma grande árvore havia caído em cima de uma das torres. Lembro ter comentado que a adutora suspensa corria o risco de ruir. Seria perdida uma parte importante da história arquitetônica dos mananciais.

 

A Ana Cristina como sempre, sensível e cuidadosa na preservação da história dos mananciais, acionou a equipe terceirizada de roçada, composta pelo Claudinei Sampaio e o Antonio Galdino dos Santos (Nico).

 

Não tenho a data precisa em que à limpeza foi realizada, mas a primeira foto do interior do ventilador de junção da linha de captação foi tirada em 27 de Outubro de 2013, as 14hs04min.

 

Vale ressaltar que devido à vegetação ter tomado conta da estrutura do ventilador que está no topo da torre, antes da adutora suspensa (no sentido para o Reservatório do Carvalho), não tinha como saber que existia um ventilador também no topo desta coluna.

A descoberta e primeira foto foram feitas no dia 30 de Junho de 2014, as 13hs03min.