X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

O Ventilador do Líntio

['O Ventilador do Líntio]

Como já mencionei em descrições deste site, as Torres de Ventilação ou Ventiladores são estruturas construídas ao longo da adutora, destinadas à saída ou entrada do ar, para permitir o fluxo da água nos encanamentos. Também evita o colapso estrutural da adutora.

 

Este relato é para contar a estória de como encontrei um ventilador cuja construção é bastante interessante.

No ano de 2012 em conversa com o Sr. Verolin Belão (já falecido), contei-lhe sobre minhas andanças pelos mananciais. O Sr. Verolin ou Líntio como era conhecido, trabalhou por muitos anos na Sanepar e também nos mananciais, bem como seu pai, antes dele.

 

O Seu Líntio me confidenciou que nas proximidades das caixas do Lacrimal I e II, tinha um ventilador na adutora que trazia a água das caixas de captação para o reservatório de acumulação, o Carvalho.

A sua dica foi de que, antes das caixas de captação em uma curva da estrada do Ipiranga, eu deveria descer uma pequena elevação. Lá embaixo estaria o ventilador.

 

Em março daquele ano fui até o ponto da estrada indicado pelo Seu Líntio. Adentrei no mato descendo uma elevação. Embaixo já foi possível escutar o barulho de água corrente. Encontrei um pequeno ventilador, com tampa de metal.

 

Foi uma descoberta interessante, pois no sentido para a Caixa do Lacrimal I, o interior do ventilador tinha uma abertura aonde à água límpida vinha de uma estrutura quadrada feita de granito. No lado oposto, a água entrava em uma tubulação de ferro fundido.

A foto deste ventilador foi feita no dia 29 de Março de 2012, as 11hs03min.

 

Mas as descobertas continuaram. Seguindo a direção da tubulação por onde a água entrava depois do primeiro achado, encontrei uma grande estrutura, quase na forma de uma pirâmide. Este era o ventilador que o Seu Líntio havia me indicado.

A primeira foto foi feita as 11hs11min.

 

No mesmo dia ainda encontrei uma peça de ferro encravada no solo, abaixo do grande ventilador. Descobri posteriormente tratar-se de um manipulo, peça utilizada para abrir e fechar registros hidráulicos.

 

Apenas em Junho de 2014 fiz uma escavação no local utilizando meu pequeno facão. Abaixo do manipulo, acabei descobrindo o registro de descarga do ventilador. A foto foi tirada no dia 05 de Junho de 2014, as 14hs19min.

Seguindo pela mata após registro de descarga,  ainda encontrei algumas manilhas no solo, indicando que eram utilizadas para despejar a água da torre de ventilação, para longe da estrutura.

 

Analisando o local de construção da torre, bem abaixo da estrada do Ipiranga, e o sistema de passagem de água no Ventilador do Lintio, foi possível descobrir que há um túnel ou uma vala  por onde está assentada a adutora e que parte deste ventilador no sentido para a Caixa do Mico.

A topografia do local exigiu a escavação de uma vala ou túnel com a devida declividade, permitindo o escoamento da água.

No dia 23 de Junho de 2014 descobri outra torre de ventilação também com aspecto de pirâmide. após o final deste túnel.

 

O encontro do primeiro ventilador permitiu descobrir posteriormente, uma adutora de granito, mas esta é uma estória a parte.